Casa Comigo?

Impossível eu não retomar o assunto mais discutido em toda a história da conversação, o sexo.

Desta vez tenho só dois milhões de comentários, um básico vocês já conhecem que é o "Sexo é fundamental", e o outro é o "Sexo seguro". Então vou discorrer os fatos para depois dar um loop e voltar a falar de nada, como eu sempre faço.
Sabemos que na regra dos encontros casuais com tendências, o velho encontro de casal, não se pode retroceder no quanto vocês já avançaram na intimidade, mas também não se diz que é obrigado ir pro Oba-Oba no terceiro encontro. Porém, seguindo a regra, o Oba-Oba É no terceiro encontro, no qual você vê se engata ou não um pré-namoro. Isso se o contato entre o casal for grande, se não essa temática de encontros se prolonga por semanas ou acaba alí mesmo.
Ok, visto isso vamos para a prática:

1- Quando você está saindo com alguém, mesmo que o clima esquente, sempre é possível brecar algo que está prestes a acontecer. Sendo bom ou ruim, a decisão cabe a quem ainda está em dúvida. Mas e se você estiverem de fato gostando um do outro, mas não sabem como proceder? Será que após o terceiro encontro tudo funcione, ou será que as coisas vão se complicar mais ainda? Advinha o que aconteceu comigo?!
Sim, as coisas se complicaram, isso tudo só porque eu me apego fácil as pessoas, principalmente aquelas no qual gostam de pisar, humilhar e rebolar em cima da mesa. Como era de se esperar, quando eu fiquei muito na pior o Fireman veio com tudo e tomou posse de mim. Errou você que pensou que ele causou, simples e rápido ele reverteu o quadro de solidão inerte para egoísmo dinâmico. Como assim Bial?
Sempre que estamos para baixo e alguém implorar pela nossa melhora, a auto-estima só realmente levanta quando nos damos valor, ou seja, quando o egoísmo impera no íntimo. Não digo o egoísmo mesquinho, mas aquele agradável no qual colocamos nós mesmos como princípio de felicidade. Quando você sente que a magia voltou, que você está confiante e tudo pode, é esse tipo de egoísmo que eu acho legal. Não sei se tem um nome pra isso, deve ter.
2- Quando as coisas acontecem de um modo legal, tranqüilo e há fluição de ambas as partes, é certo que terão vários momentos íntimos e disto eu tenho certeza que acontecerá. Não obstante ter segurança no ato praticado, assim, tendo responsabilidade e dignidade acho sadio e dou valor. Como assim Bial?²
Namorar ou ficar fixamente é o mesmo que dizer "sexo sempre", ou em partes. Falo no sentido amplo viu, claro que há vários casos que isso não importa, ou é tido como santuário corporal no qual será rompido com o matrimônio. Mas a lógica é que sempre que os dois quiserem nada mais justo que fazer amor com a pessoas que se está envolvido. Só não deixem que a cama fale mais alto que o sofá, mesmo que a química e física rolem muito bem, não é melhor que o carinho e companheirismo, e deste ultimo é que sinto mais falta.

3- Casamento ou União Estável, é muito importante para pessoas da Camarilla que querem titulação, para nós Independentes isso é meio vulgar e desesperado. Um contrato social ou instituição social é acreditado por aqueles que vivem da crença. Para os intelectos mais abertos isto não vale se quer 1 euro. Não desconsidero nenhum destes dois compromissos, só não creio que um contrato/título mude a forma de você viver e respeitar o outro.

Enfim, do que vale o título sem compromisso? Será mesmo que vale o relacionamento só pelo sexo? Será que vale você sair com alguém e dar todo o valor para mesma só para tê-la na cama e depois disso nem olhar para cara dela? Nos remetemos assim a post's antigos sobre nossos valores e dissabores.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Faça amor nu.

Faça Amor, Não Faça A Barba!

Eu fui à praia sozinho.