Embrace The Devil



       Uma vez no inferno, abrace o diabo. Caso você se veja na condição honesta de onde realmente você mereça estar. O que é bem difícil por esses dias, já que a construção de culpa alheia é maior do que a observação da própria consequência devastadora de nossas atitudes erradas.
       Às vezes, eu me vejo ouvindo pessoas que reclamam da vida e dos outros, por coisas que elas provocam, como se o que elas falam ou fazem não tem nenhuma ligação com aquilo que elas estão passando. Já falei aqui e falo novamente, quase todas as coisas que nos são passadas continuamente são reflexos de nossas ações, se a gente usa da indulgência e observação, fica mais que claro onde devemos mudar, mas para aceitar tal condição demora bastante e na maior parte dos casos é mais fácil ignorar e seguir em frente.
       Aceitar as consequências de nossos atos pode ser até difícil de assimilar e desgastante de fazer, mas para crescer como pessoa digna, devemos encarar tudo de frente e sem colocar a culpa onde não existe. A aceitação do resultado do Risco é o que constrói o caráter de uma pessoa, se ela evade-se do problema ela fomenta a covardia da responsabilidade, se ela tenta de todos os meios restaurar a condição de bem-estar após o caminho tomado, ela forja uma camada de capacidade adulta no molde personalístico.
       Saber decidir o que fazer e planejar futuro, seja ele para a semana que vem ou para daqui a 5 anos, é uma tarefa complexa. Embora tenha uma atitude um pouco visionária, não quer dizer que seja de menos leviana. O propósito é o que vai ditar seu nível de maturidade psicológica, somado aos pensamentos sérios de vida e objetivos de estabilidade sócio-financeira.
      Se estais no inferno, se a vida está um caos, se pensa que não há saída, procure alguém que você tenha convicção que vai te ouvir ou que pelo menos te dê um norte para seguir. Vivemos em um mundo de possibilidades e até um lugar ou momento ruim, pode ser inspiração ou ambientação de fonte de lucros e experiências, basta saber o que quer e daí observar ao redor para usar tudo como ferramentas de construção de futuro. Seja este indo ao Paraíso, ficando na Terra, ou ampliando o Inferno. Não importa o local ou quem esteja, o que importa é seu íntimo e suas intenções, isso define uma pessoa. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Faça amor nu.

Faça Amor, Não Faça A Barba!

Eu fui à praia sozinho.