Lá Fora


       "A ignorância é uma benção", de fato isso muito me conforta, de fato isso muito me inveja, no fato não sou abençoado. Incrível me deparar com mundos tão intocados quanto explorados por seus abitantes, são mundinhos tão simples e tão potencialmente ávidos de sucesso, são mentes de pessoas boas que não conhecem o mundo real. Não ousaram em adentrar pelo chão molhado, prédios ásperos de ilusão e céu cinza  que existe no mundo real.
       Analiso todos os pensamentos dessas pessoas com sede de vivência, sinto a emoção da ingenuidade abrir em simples sorriso, olho em volta o meio e vejo o motivo de tanta coisa boa. A bagagem empírica é o que nos faz homens e mulheres de verdade e quando mais monocromático é nosso pensamento, nosso mundo, mais adulto estamos nos tornando. Não queria possuir tamanha experiência do mundo real, porém como em Matrix, uma vez que você vê o mundo como realmente ele o é, jamais você poderá ignorá-lo. Consigo passar por cima de muita coisa, driblar situações, mas a óptica verdadeira é branco no preto.
       Invejo ver as cores do teu ponto de vista, invejo o mundo lá fora que não compreende a beleza de um simples pensar, de uma brincadeira, de uma piada, de um "empurrar com a barriga". Neste mundo multicolorido que vivem algumas pessoas, algumas boas pessoas, é uma das coisas mais fantásticas que se possa existir em um ser. O sonho. Acreditar que realmente tudo é possível e sem complicações, sem responsabilidades massacrantes, esse fora o espetáculo de vida que tive a oportunidade de colocar as mãos por poucas horas, porém suficientes para encantar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Faça amor nu.

Faça Amor, Não Faça A Barba!

Eu fui à praia sozinho.