Lua Cheia e Amigos


 Esquecer um polco da rotina me faz bem. Não querendo parecer injusto com o meu dia, mas ter pessoas que te fazem sorrir é muito bom. Numa dessas noites de lua cheia, fui convidado a participar de algo que há muito não se via, uma noite com os amigos.

 A minha expectativa era outra quando fui convocado para conversas casuais e companhias particulares, porém foram agregando pessoas e situações que foram impossíveis de se deixar passar. Sei que minha presença não foi muito ativa, até pelo fato das minhas condições emocionais do momento, mas tentei participar da melhor forma possível, tanto é que em todas as 37 vezes que iam ao Extra comprar coisas eu ia junto.

 Ao todo foram várias rodadas de bebidas, comidas, histórias e risadas. Tudo ao som do puro silêncio de um prédio à beira mar. Silêncio este interrompido diversas vezes por risadas, gritos e discussões. É tão peculiar a arte do bêbado que, quanto mais se bebe mais surdo ele fica, falando assim cada vez mais alto. Contudo não fora tido nenhum tipo de reclamação em nosso desfavor.

 A única reclamação fora que não tinha gás, e consequentemente, também não tinha água quente. A noite não foi perdida só porque não houve quitutes feitos por mim, e como toda boa arte brasileira, improvisamos. As horas passaram de forra tão rápida que, num piscar de olhos ou depois de alguns goles daquele delicioso suco de maracujá com leite condensado, e eu não tenho diabetes vale salientar, estávamos serenos como da primeira vez.

 Quem tem amigos e aventuras com estes, não precisa de drogas para ficar High, basta um tempinho com estes e seus sabores favoritos, sejam eles Absolut, Doritos, Toddynho ou Sushi. Se cada um tiver seu petisco favorito a conversa flui de um jeito incrível e avassalador. Não tomando parte as obscuras e cabeludas partes, obviamente. Até porque não se estava apenas entre amigos, mas sim entre namorados, e poderíamos queimar o filme das meninas, ou melhor, elas poderiam se queimar. Visto que as mesmas eram quem puxavam as histórias.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Faça amor nu.

Faça Amor, Não Faça A Barba!

Quando bate aquela saudade.