Beija-me

Perdeu-se no tempo a qualidade das pessoas num encontro casual. É possível bater recordes de beijo numa unica festa, balada ou show. O ato de beijar tornou-se banal e constrangedor.
O beijo de língua, beijo no rosto, beijo na mão, beijo na testa , beijo no queixo e o selinho, perderam seus valores e significados. Não acredito que isso seja possível até com os antigos, cadê a tradição de namoro de porta? De beijar quando estiverem a sós? Hoje é tudo tão natural que beijar se tornou "pegar", amassos se tornou "pegação" e transar tornou-se "ficar".
Agradeço por minha conduta e pensamentos tradicionais, e não dou apoio a essas teorias evolutivas e promíscuas. Beijar é, para mim, o ato de maior valor numa relação física. Você sabe o que uma pessoas quer de você, só pelo beijo. O tipo de pessoa pela forma de beijar.

O ato em si nunca varia. Mas cada beijo carrega consigo um significado próprio.

Pode carregar a eterna devoção de um marido...
...Ou o enorme remorso de uma esposa.
Pode simbolizar a preocupação crescente de uma mãe...
...Ou a crescente paixão dos amantes.

Mas o que quer que signifique, cada beijo, reflete uma necessidade humana básica.
A necessidade de se conectar com outro ser humano.


Este desejo é tão forte, que é sempre surpreendente quando algumas pessoas não o entendem.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Faça amor nu.

Faça Amor, Não Faça A Barba!

Eu fui à praia sozinho.