Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2014

6 lições para entender que você não precisa ser rico para viajar.

Imagem
O que você precisa é fazer alguns ajustes nos seus hábitos de vida e entender algumas coisas…

Uma amiga chegou esses dias com uma ótima notícia: ela e o marido irão passar 7 meses na Alemanha, sendo que essa é a primeira vez que ela faz uma viagem internacional. Por ser uma professora do pré primário, o marido um estudante de doutorado e por terem comprado um apartamento em São Paulo há menos de um ano, muitos se espantam quando ela conta essa novidade. Afinal, como ela conseguiu dinheiro para viajar? Na verdade essa notícia não me surpreendeu. A Luíza sempre foi organizada com seu dinheiro e muitas vezes atuou como minha consultora de economias. Para mim, ela é só mais uma prova de que você não precisa ser rico para viajar. Você precisa ter algum dinheiro, claro. Mas principalmente fazer alguns ajustes nos seus hábitos de vida e entender algumas coisas. Vou explicar melhor:


1. Viajar não precisa ser luxuoso. Muita gente ainda tem aquela concepção de que viajar é ficar num super hotel na…

M. View

Imagem
Engraçado que hoje eu vejo que ainda assim é o mesmo cálculo, 1+1=3. Você lembra do dia que te contei a teoria da vida onde um mais um é igual a nós dois mais um sonho?Lembre, é tipo assim, eu sou um sonho, você é outro, sonhos não se subtraem, não multiplicam ou dividem, apenas somam, e sonhos quando somados eles somarão sempre um a mais.
Ex: 1 (eu)+ 1 (você) = 3 (eu+você+ x),       sendo x = +1 sonho
Entendeu?  Hum... um dia você irá entender, ou ao menos parar de rir da minha matemática de querer o teu bem. Um dia você verá que sou mais daquilo que você zomba, daquilo que teus acusadores apontam, daquilo que fujo por ter medo de te encarar. Sobra a física pra dizer que mesmo você me odiando, mesmo assim eu ainda gosto de você. Dessa matemática eu não consigo teorizar, não tenho como ver em holograma mental trigonométrico, binário,  liquefeito tentar. Talvez o erro seja esse, ter sempre um cálculo pré pronto, montado nas vias da razão, pormenorizado em X e Y. onde X é o sonho e, talvez, …

Parabéns!

Imagem
Era apenas outro dia, um desses nublados com temperatura desarmônica. Nada aguardava entre as linhas das quais já visionava em previsível... até aquela metade da manhã. Sim, era o meu aniversário, e eu não sou desses de ficar vibrando em comemoração, ou demasiado deprimido em expectativas, em verdade não é nada demais. Vai ver seja por não gostar de comemorações forçadas, vai ver seja por não ter emoções a serem refletidas, vai ver eu nunca vi razão. O atendimento fora feito como o padrão, mas tinha algo diferente nela, tinha algo de genial. A negra com cabelos rastafári entrou na loja, com camisa azul já-usei-bastante e um emblema bordado na altura do peito, fora bem designada aos comandos da tradição, e no micro espaço da conversa casual, ela me deu o melhor presente que alguém pode receber no dia de seu aniversário. A surpresa foi imediata, não por ser um esteriótipo distante do previsto, mas foi porque a atitude surgiu surreal, não consegui calcular aquelas palavras, aquilo tudo qu…

Extraordinário

Imagem
August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.
Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade - um impacto forte, comovente e, sem dúvida nenhuma, extraordinariamente positivo, que vai tocar todo tipo de leitor.
A) Opinião sobre a história?
Histórias sobre superação podemos encontrar todos dias, princi…

A estrada da noite

Imagem
Uma lenda do rock pesado, o cinqüentão Judas Coyne coleciona objetos macabros: um livro de receitas para canibais, uma confissão de uma bruxa de 300 anos atrás, um laço usado num enforcamento, uma fita com cenas reais de assassinato. Por isso, quando fica sabendo de um estranho leilão na internet, ele não pensa duas vezes antes de fazer uma oferta. "Vou ´vender´ o fantasma do meu padrasto pelo lance mais alto..." Por 1.000 dólares, o roqueiro se torna o feliz proprietário do paletó de um morto, supostamente assombrado pelo espírito do antigo dono. Sempre às voltas com seus próprios fantasmas - o pai violento, as mulheres que usou e descartou, os colegas de banda que traiu -, Jude não tem medo de encarar mais um. Mas tudo muda quando o paletó finalmente é entregue na sua casa, numa caixa preta em forma de coração. Desta vez, não se trata de uma curiosidade inofensiva nem de um fantasma imaginário. Sua presença é real e ameaçadora. O espírito parece estar em todos os lugares, à es…

Private

Imagem
Jack Morgan é dono da Private, a melhor agência de investigações que existe, com escritórios em vários cantos do planeta. É a ele que os homens e as mulheres mais influentes do mundo recorrem quando precisam de total eficiência e máxima discrição. A agência é o único recurso quando a polícia não pode fazer mais nada.  Enquanto Jack e sua equipe investigam o assassinato de 13 garotas, surgem dois outros casos, bem mais pessoais. Fred, tio de Jack, procura-o pedindo ajuda com um escândalo financeiro que pode destruir a liga profissional de futebol americano. E a esposa do melhor amigo de Jack, Andy Cushman, é encontrada morta.  Com a Private, nenhum caso fica sem solução. Os três mistérios parecem insolúveis, mas Jack conta com os melhores investigadores e com o que há de mais avançado em tecnologia – recursos que, muitas vezes, não estão à disposição da polícia. Além disso, a agência não responde a instituições oficiais, portanto, nem sempre precisa jogar de acordo com as regras.
A) Opini…