Animal Instinct


E de repente algo aconteceu comigo enquanto eu estava tomando minha xícara de chá. Do nada eu estava me sentindo deprimido. Eu estava completamente e totalmente estressado. E você sabe que você me fez chorar? Você sabe que você me fez morrer?
Mas tudo bem, a vida tem disso. Altos e baixos que constroem nossos castelos internos, concretizam nossos muros contra o universo lá fora, pois aqui dentro só vejo calmaria. Ouve a tempestade? Apenas ouça, ela está sobre nós, o tempo todo, mas aqui, no meu refúgio, só garoa e esfria, veja os cabelos d'água que esvoaçam na vidraça, uma dança de sensações. Aqui podemos ouvir uns trovões, mas não tenha medo, posso te mostrar do que você é capaz, mesmo quando você se esqueça, posso te contar do que o mundo é capaz, mesmo que você estremeça. Mas tudo bem, a vida tem disso.
E o que me incomoda, é que você nunca realmente vê o que eu falo, o que eu demonstro ou o que passa por teus olhos. E o que me assusta é que eu sempre estarei em dúvida, sobre você, sobre suas ideias, seus ideais, sobre o que você quer ser. É algo amável o que nós temos, um sonho comum, meio difuso, meio confuso, mas divertido afinal de contas. É algo amável o que nós temos, sim o é. É algo amável, o teu instinto animal de autopreservação.
Então pegue minhas mãos e venha comigo nós iremos mudar a realidade. Venha! Pegue minhas mãos e nós iremos rezar, para dar à crença o nossos votos, para dar à sorte nossos desencontros. Mas se você ainda tiver medo e não acreditar nas possibilidades, eles não irão te levar embora, porém eles nunca me farão chorar, não. Enquanto você me faz sofrer por egoísmo juvenil eles nunca me farão morrer.
E o que me incomoda, e sempre irá acontecer, é que você nunca realmente vê como você pode ser tão mais feliz se for mais humano, mais simples e trabalhador. E o que me assusta é que eu sempre estarei em dúvida se eu sou apenas um cara que você conheceu, não lembrará do meu nome tão facilmente, não lembrará das nossas conversas em noites intermináveis, nem dará conta dos conselhos em dias difíceis quando te falei olhando em profundo grau "estarei aqui, enquanto você quiser".
É o instinto animal em mim, proteger; guiar as pessoas que gosto para o melhor de cada uma. Ser um agente modificador, trocar teus sonhos mágicos por algumas certezas. Somos animais diferentes de uma mesma espécie, só não jogue fora os melhores momentos da tua vida pelo o que os outros falam, quando é a vez deles eles também não os jogam fora. Os melhores momentos devem ser guardados para sempre, ou correm o risco de serem apagados pelo dia, pela noite, pelo desdém, e às vezes são esses raros momentos que nos dão inspiração para criar, nos dão forças para seguir em frente, para voltar mais um vez, são esses momentos tão infinitos de pequenos que nos movem. Ninguém deveria julgar um conselho, um aviso, uma falha, uma saudade, ou melhor: ninguém deveria julgar coisas do coração, porque das cicatrizes só nós sabemos. 
Talvez cada emoção vivida seja assim, com vida própria. E como um animal, ela sonha em ser livre.

  

Comentários

  1. É perfeito. Só isso. A forma como as palavras são dispostas. Somos animais diferentes de uma mesma espécie. :) Perfeito. Parabéns. Desculpa pelas poucas palavras, mas me sinto meio debil ao ler o q vc escreve. :) Fa jah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fique à vontade Gih.
      Ter uma leitora que escreve é uma honra.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Faça amor nu.

Faça Amor, Não Faça A Barba!

Eu fui à praia sozinho.