A Janela de Overton.


Um plano para destruir a America, há centenas de anos sendo planejado, está prestes a ser colocado em prática. Uma poderosa técnica chamada Overton Window que pode modificar nossas vidas, nossas leis e nosso futuro. Ela funciona manipulando a percepção pública para que nossas ideias pensadas anteriormente pareçam ser radicalmente aceitas. Mude a Janela e mude o debate. Mude o debate e mude o país. Para Noah Gardner, um executivo de Relações Públicas com 20 e poucos anos, é seguro dizer que a teoria política é a única coisa em sua mente. Inteligente, solteiro, bonito e isolado dos problemas do mundo com a riqueza e o poder de seu pai, Noah é muito mais preocupado com o futuro de sua vida social do que o futuro de seu país. Mas tudo isso muda quando Noah encontra Molly Ross, uma mulher que é consumida pelo conhecimento de que a América que conhecemos está prestes a ser perdida para sempre. Ela e seu grupo de patriotas se comprometeram a recordar o passado e lutar por um futuro, mas Noah, convencido de que são apenas teorias de conspiração erradas, não está interessado em emprestar suas habilidades consideráveis para a sua causa. E, então, o mundo muda. Um ataque sem precedentes sobre o solo dos E.U.A. sacode o país para o núcleo e coloca em movimento um plano assustador, décadas sendo formulado, para transformar a America e demonizar todos os que se interpõem NO caminho. Em meio ao caos, muitos não sabem a diferença entre a teoria da conspiração e conspiração realidade ou, mais importante, em qual lado lutar. Mas para Noah, a escolha é clara: Expor o plano, revelando os conspiradores por trás dele, é a única maneira de salvar tanto a mulher que ele ama quanto sua liberdade. 


A) Opinião sobre a história?
Até que isso de mudar opiniões da massa de modo arrebatador parece interessante. Conspirações e assuntos governamentais sempre atraem a curiosidade quando são bem preparados.


B) Opinião sobre os personagens?
São poucos personagens até então, convictos e fáceis de captar o que cada um fará durante o enredo. Não necessita evolução mas sim ações.


C) Qual o ponto entre a posição atual e a sinopse?
Noah está no pub, conheceu os patriotas, os amigos de Molly e ouve sobre o plano de conspiração.


D) Frase mais interessante até agora?
A maior parte das pessoas simplesmente quer ser deixada em paz; elas concordam com tudo e aceitam qualquer coisa, desde que nós cuidemos de manter suas ilusões de liberdade e o estilo de vida norte-americano


E) Qual a ultima frase da página 100?
O propósito era testar a eficiência dos militares no que dizia respeito a encurralar e prender todos os nortes-americanos desobedientes de suas listas.


F) Pretende continuar a ler?
De fato irei, mais pela parte conspiratória do que pela trama do Noah. Gosto de saber como as coisas se encaixam. Ou melhor, eu espero que tenha algo pra ser encaixado e caiba bem.


G) O que esperar do restante do livro?
Esperar que as coisas tenha um pouco de ação. 100 páginas com pouco movimento significante. Muitos discursos interessantes, porém com uma perspectiva um pouco chata, falas atrás de falas, elementos históricos, mas falatório. Bom, acredito que as coisas mudem, caso não, ao menos terei ideia o quanto patriota as pessoas de lá gostam de ser.


H) Indicaria esse livro?
Pelas 100 páginas? Não.
Entretanto, como todo bom conto policial, as coisas só melhoram do meio pro fim, que é quando o bicho pega pra valer e a gente fica com cara de Ó-Meu-Deus.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Faça amor nu.

Faça Amor, Não Faça A Barba!

Quando bate aquela saudade.