Faça Amor, Não Faça A Barba!


     Podemos usar óculos, brincos, suspensórios, diversos cortes de cabelos, longos, curtos, sem cabelo, tatuagens, xadrez ou listras, de tantos instrumentos de aparência, nada se compara ao uso da barba. Vamos concordar que nem todos os homens do mundo combina com o uso da barba, pois esta é de exclusiva autenticidade. O que isso quer dizer? Significa que não é só deixar os pelos do rosto crescerem descontroladamente por suporte da preguiça, há em torno do "deixar a barba crescer" um certo ritual que culmina em desenvolver de personalidade característica.
     Em pesquisas casuais para o tema, percebi que o uso da barba advém de um fator primordial. Atitude. O homem que veste barba não ocasional, ele possui mais atitude que os outros, o que não corrobora com atos inconsequentes, mas sim com determinação. O barbudo pode até nunca utilizar de seu ímpeto, pode ser agente passivo de brigas e discussões, porém a todo momento ele possui um "Dom" de persuadir com firmeza e propriedade quando o fizer. Claro, tudo isso em termos genéricos e apropriados ao cultivadores de barbas.
     A barba é mais que um mero modelador facial. São folículos capilares que demoraram um certo tempo para encobrir uma vasta região que sucumbiu em confiança. Se existem mulheres que matam e morrem por suas madeixas, do mesmo acontece com os homens de barba, que perfeccionisticamente suavizam as linhas externas de expressão, aliam os conformes e podem até hidratá-las. Tudo dependerá do grau de empatia com a mesma.
    Desde o "Por Fazer" com esmero até as mais engenhosas, todas possuem charme e um potencial significado, mesmo que apenas virilidade. E devido a nova geração que despelam tudo, desde a barbar até o dedo do pé, faço um chamado ao estilo hipster, oldschool e machos supremos, que desde sempre tiveram suas barbas, cavanhaques, super costeletas e os bigodes. Faço um convite para você leitor masculino que por ventura queira experimentar a graça de ser barbado, mesmo que a sua barba seja falha há tantas maneiras de deixá-la legal, estilosa e até marcante. Pense nisso. Faça amor, mas não faça a barba.



Comentários

  1. Ola, adorei seu texto! Trabalho em uma barbearia, poderia entrar em contato comigo?
    contato@barbeariasaojose.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Faça amor nu.

Eu fui à praia sozinho.