Plenitude


     A cada dia que passa, ficam escassos os filmes da disney que tanto me confortam, já faz uma semana que estou diariamente assistindo e nada me faz melhor, o vazio continua a perdurar no tempo e aos poucos volto a morrer. Vi a tristeza tomar conta naquele momento que optei em ir, sim, era a minha vez. E tudo o que eu mais desejava era sumir. Uma rajada de angústia penetrou meu peito que se abrira em agonia e insanamente desfragmentou todo o meu coração.
     É hora de ir, não sei para onde, mas não posso continuar aqui. Não posso ficar preso por mais um tempo aguardando tudo mudar. Tenho que mudar. Levantar-se já é um grande passo e senão o maior deles, tudo começa por algum lugar e antes que eu me espalhe no ar, antes que meu corpo vire moléculas respiráveis de sonho, tenho que adquirir consistência plena. Tem que ser algo que nunca imaginei ser, tenho que ser eu mesmo. Em plenitude.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Faça amor nu.

Faça Amor, Não Faça A Barba!

Quando bate aquela saudade.