Nada disso!


       O umbigo é aquela cicatriz que só serviu para penas uma coisa e depois disso é totalmente desnecessário e impossível de remover. Tem gente que só olha para o próprio umbigo como se tivesse o rei na barriga, e esses ditados populares nada mais são que alusão ao egoísmo e auto-preservar. Todos somos egoístas em maior ou menor grau, isso está em nossa personalidade humana, é quase instintivo, e assim como o instinto natural, é controlável.
       Entretanto em alguns momentos é difícil perceber que estamos sendo egoístas. O que pondera essas situações é o conjunto do nosso comportamento, sendo aceitável um ou outro comportamento egoísta, e muito condenável ser aquela pessoa que só pensa em si. O egoísmo propriamente dito é socialmente inaceitável, pois se vivemos em sociedade dinâmica, como alguém comumente pode ter seu eu sempre no alto da cadeia social, sem usar de altruísmo ou indulgência? Atualmente é atípico esse ser em nosso círculo social, podendo ser tratado com amizades bondosas e familiares dispostos a ajudar tal ser. 
     Sim, os egoístas precisam de ajuda para pelo menos, pelo menos mesmo, em um momento ou outro ceder sua própria vontade ao bem comum. Isso não é fácil já que ele sempre teve a si como ponto de refúgio e ajuda multiforme, mas claro que não é impossível para os que circulam tal pessoa. Ser egoísta não é ser mau, ser sociopata ou explorador, é apenas uma característica da personalidade que provavelmente cresceu junto com o indivíduo, seja por mimo, seja por índole.
       Há também o egoísmo da culpa, que seria aquela forma de nunca considerar seu erro, remetendo-se sempre aos outros. Geralmente as frases dos egoístas esquivadores da culpa começam com "Mas se..." ou "Mas também...", sempre tem um "mas" que redireciona a culpa dele para outra pessoa ou coisa, transformando seu ato errôneo em consequência de efeito dominó para uma coisa que ele não teve culpa ou sua culpa é minima comparado ao que o antecedera.
       O umbigo é inútil quando depois de nascido, se você for parar e ficar olhando só pra ele e perder o mundo lá fora, você ficará para trás ou no mínimo deslocado. Sabemos quando somos bem-vindos e quando somos agradáveis, não precisamos ter o espírito de porco e pensar só no nosso ser, às vezes basta sorrir e aceitar as condições alheias para a sociedade continuar fluindo. Ninguém pede para você se abster da sua opinião ou negligenciar sua vida em prol dos outros, pede-se apenas bom senso e respeito.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Faça amor nu.

Faça Amor, Não Faça A Barba!

Eu fui à praia sozinho.