Glimmer



       Me divirto com nada, basta o olhar sereno para qualquer coisa e imagino mil coisas acontecendo. Seria como imaginar sete coisas impossíveis para cada hora do dia e quanto mais tédio, mais a imaginação flui. Às vezes em microcontos de uma gotícula d'água até o lançamento espacial, acontece sem sentido ou tema, mas acontece. E embora ocorra de forma variada e de duração com tempo incerto, tem início,meio e fim.
       Não há continuidade no deslumbre da realidade rompida, mas é possível criar um nexo de situações com ideais próximas, o que torna tudo um pouco mais divertido. Ruim é que não dá para relatar tudo o que acontece, mas sempre explico-me para os que me vêem rindo do nada. A imaginação é tão divertida e o melhor, é de graça!
       Se possuo essa tal habilidade aplicada diariamente, nada mais justo que deixá-la apenas na mente e, em raras ocasiões, compartilhar essas divagações do concreto em meio aos amigos. Nada de muito glorioso, apenas uma distração simples do cinza que banha a cidade dos adultos, mundo monocromático do corre-corre. 
       Vislumbrar com a mente aberta o universo que nos cerca é, de feliz modo, incrível. Feche os olhos e abra a mente.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Faça amor nu.

Faça Amor, Não Faça A Barba!

Quando bate aquela saudade.