Prom


 E a cada ligeiro dia que se traduz em tempo, vejo o dia da formatura chegar. E como todo graduando, o sonho de realização própria que se manifesta em um movimento de luzes, bons drinks, músicas populares vulgares e família reunida.

 De certo eu não irei ao baile, a não ser que meus amigos façam questão para tal. Pagar uma fortuna por uma noite na qual eu não vou dar a mínima, para mim é um crime. Já estou contribuindo forçosamente com toda a estrutura formatura, mas não com o baile. Graças ao sentimentalismo maternal, o banco está lucrando cada vez mais, o que por mim poderia ser convertido em viagem de especialização de língua estrangeira, um curso muito bem conceituado, um cursinho de preparação para um concurso de capacitação multinacional, ou até mesmo a entrada de uma casa própria, ou a reforma da atual.

 Não são milhões em jogo, mas o "pouco" que é já ajudaria de mil formas diferentes. Infelizmente não sou eu que decido, porém sou o artista da novela, logo vou escrotisar junto aos meus grandes amigos, que também compartilham de mesmo pensamento, vale salientar. De todo e qualquer modo, antes ou depois da bem-dita formatura, estaremos juntos, unidos, homogenilizados em planos próprios e conjuntos.

 Haverá fotos e filmagem de coisas que mostrarei aos meus filhos... quer dizer, acho que não mostrarei. Dependendo da situação e com alguns cortes quem sabe? 

 Por fim, gostaria apenas de tratar que estou esperançoso com o fim de tudo e o início da mesma coisa. Embora a proposta de vida esteja começando pra valer mesmo, eu disse MESMO, então vamos ver no que dá. O que tinha para aproveitar já se foi, agora nos restam memórias e fotos, construindo planos e encontros.

Até breve parceiros!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Faça amor nu.

Faça Amor, Não Faça A Barba!

Eu fui à praia sozinho.