Pensamento Suicida nº 54332



 Absurdo achar que tudo está bem só porque trago-lhe um sorriso estampado no rosto. Leviano os que acham que a tristeza não povoa os corações apaixonados, ao contrário, este lugar meio cheio e meio vazio é palco para difusões de muito conflito. Não preciso dizer que sou austero consigo, todos sabem quanto diferente é meu ser pessoal. Quem sabe seja esse o problema, ser diferente demais.
 Enquanto alguns brincam com minha loucura interessante que se expressa em palavras e imaginação de momentos, outros acham que isso é um forte indíssio de que não se vale a pena o convívio, o que se demonstra indiferente ao intelecto torna-se ávido em físico olhar de poucos amigos, para comigo.
 Reclamo de todo punho em mérito de outrem, não obstando qualquer significado ou logarítico contraproducente proprietário de um quadro qualquer de índole perversa de um surreal pensamento quase que voluntário. Vomitar informações confusas não melhora em nada os passos de intocado conhecimento ou tipo de expertise que vos trago diligente cotidiano.

 Gostaria parar de pensar.
 Pausa.
 Apagão.
 Transe.
 Vazio.
 Vazio.
 Puro Vazio.
 Nada.

 Cada conjutura oferecida em avanço do desconhecido e entranhado mundo amoroso, pego-me em quimera entre medos e anceios funestos. Esse é o problema, nada é perfecto. O enigma de totalidade ou em sua proporção final é justo o convexo temperamento da voz do poema. Mestria que só o calabouço de ideias poderia conferir em desprendimento de agonia sentimental. Arranhando garganta em desespero, secando a boca em temor do amanhã. Não seria justo continuar com isso, acabará bem se tiver boas memórias... Bons momentos e maus momentos, sei lá.
 Inquietado comportamento terei por um tempo, tempo contínuo, de fantasmagórica presença que assolará sempre meus pensamentos e terei um pouco de certeza ao ouvir a resposta se me amas... perguntada religiosamente todos os dias... expresso ou impresso.
 Futurístico pensamento hoje é pretérico imperfeito, não consegui me enganar por tentar ser certo, simples e não menos importante encobrir as imperfeições. Será melhor fechar os olhos e desaparecer.


Adeus.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Faça amor nu.

Faça Amor, Não Faça A Barba!

Quando bate aquela saudade.