Flerte Fatal


Maceió,
Cinco e três da manhã e sinto a ferrugem
Telefone continua calado
Chego em casa e tomo meu whisky
E alimento mais minha solidão
O gosto amargo insiste em permanecer no meu corpo
Corpo
Corpo
Está nu
Gelado com o peito ardendo
Gritando por socorro
Prestes a cair do décimo quarto andar
A sacada é curta
O grito é inevitável
Eu vou acordar o vizinho
Eu vou riscar os corpos
Eu vou te telefonar
E dizer que eu só preciso dormir

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Faça amor nu.

Faça Amor, Não Faça A Barba!

Eu fui à praia sozinho.