Odisséia de uma Sexta qualquer.

Tudo que eu queria era pegar um sol. Em vez disso aconteceu de um tudo... vejamos:

Logo pela manhã enquanto tomava meu "brunch" fiquei no wii twittando e vendo notícias sobre o Japão e sua tsunami do mês. Minha mãe me chamava para um racha no mario kart, mas eu não aceitei. Fui logo me arrumar para pegar o solzinho da manhã.
Esperava ter muita companhia, mas como toda realidade Kristianística acabei sozinho, quer dizer, eu estava sozinho e depois de cem anos o @christianobatis se juntou a mim. Digo cem anos, pois depois de 3 horas saindo da UFAL, ele ainda pegou um trânsito no meu bairro. Chegou de taxi na praia e todo luxento [ele é 'rica'].
Eu já estava com amizade com a dona da barraca, já estava sem camisa e tomando todas, já estava curtindo meu sol. Após conversar milhões com meu chará, depois de muitas idas e vindas ao mar super gostoso, finalmente fiquei tostando ao sol.
Fui de sunga específica para ficar com uma micro marca, acho legal em mim que sou meio branco ficar com marquinha de sunga. Repito, em mim, apenas em mim. Mas então, muita gente naquela praia não devia ter saído de casa ou se quer nascido, povo muito sem noção. Deixo o Chris pra confirmar.
Só na metade da manhã já haviam matado um no Jacintinho, o Chris teve um trabalho super difícil pra entregar no dia de hoje e no fim das contas, além de não ter dormido, ele fez o trabalho com um tema que não tinha nada haver com o tema pedido pela professora. [Acho que ele estava em Tilt]
A Dona Maria da barraca queria porque queria nos embebedar, chamando ele de baiano e eu de alguma coisa que eu não consegui traduzir, mas os dois super matutos e ela achando que éramos gringos. Por isso com nossa conta que não tinha nada deu 40 reais.
Para melhorar eu só tinha 15 e o outro não tinha nada. NADA. Tive que deixar ele lá e ir em casa pegar o resto do dinheiro. Tipo uma hora certinha. Enquanto isso no lustre do castelo, Maria e Chris viram BFF's, desabafando várias e várias vezes, antes de ser interrompido por um furto muito fail dos bêbados locais fora que do nada um turista muito top queria se chegar nas conversas.
Não obstante, minha hora de trabalho já tinha ido pro espaço, pegando de 16 horas cheguei quase 17e30. Só me chamaram de 'sua linda!' quando cheguei. Aturando piadinhas sobre meu bronze e cheiro de pós-sol.
Isso tudo parece bem simples, mas eu falando e interpretando é bem mais interessante. Em resumo foi mais ou menos o que aconteceu hoje. Há fatos omitidos para preservar a imagem de todos na história. Até a próxima sexta, beijo e não me liga!

Comentários

  1. Adoreiii toda a sua descrição sobre o nosso dia. skpaskaoksoaksoak
    ñ esqueceu de nada hein!? dó da farofa ou à milanesa! kkkkkkkkkk
    Sim e cadê o botão de curtir?
    skpaoksoaksoaksokasaks
    Mas até as cenas dos próximos capitulos? =O
    =p

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Faça amor nu.

Faça Amor, Não Faça A Barba!

Quando bate aquela saudade.