Quanto mesmo?

Acredita que ainda existem pessoas que só se aproximam de você pelo o que você tem? Acredita se eu disser que existem pessoas que só te procuram quando tem algum problema? Acredita ainda que existem pessoas que fazer questão de mostrar quem elas são por festas de Status?
Não acredita? A pois eu posso te apresentar alguns amigos meus. Amigos mesmo, tipo de maternal.
É incrível como a mutável personalidade de alguns vai de vento em polpa, seja lá o que isto queira dizer. Tão provável que eles também achem que eu esteja ficando ultrapassado, chato ou atém mesmo sem graça. Se torna ninguém nas mãos de pessoas com esses credos é muito fácil, basta você não ser/fazer o que explicitamente eles querem.
Se precisarem de você e você negar ajuda, eles somem que você nem acredita no tempo para voltarem a te pedir algo, assim como os interesseiros que você esbanja humildade e você sai como pobre da história ou mesquinho. Papel de otário na minha vida não dá não viu?!
Já passei da fase "vou deixar você ir só pra ver até onde você vai", agora comigo é na base do jardineiro, só podando o que for de errado e deixando crescer os galhos certos nesse jardim da amizade. Serei sempre o mesmo, avaliando e analisando tudo e todos como muito critério. Critério este que me faz ver que as pessoas mais próximas sempre são as primeiras a te dar as costas, a ter novos amores, novas intrigas, novos tudo. Inclusive novo melhor amigo de infância, que concerteza é mil vezes melhor que você.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Faça amor nu.

Faça Amor, Não Faça A Barba!

Eu fui à praia sozinho.