Pitty sob a garoa


Finalmente começou o show, e que ele toda a energia da multidão explodiu. Lembro que eu cantava sem parar, pulava com meus amigos e o mar de gente crescia mais e mais. Pitty fizera uma retribuição aos fãs que a acompanham tocando desde Admirável Chip Novo até Medo.
Perdi apenas umas música tentando comprar refri, e logo após estava entrando em crise. Explicando:
Como eu estava cantando muito e pulando em demasia, acabei ficando meio rouco e precisava
urgentemente de algo para beber. Daí fui atrás de minha velha Coca, ou similares. O único local próximo
que meus olhos enxergavam naquele mar de gente, era na rua Maceió. Marquei estratégicamente onde
estávamos e fui costurando o caminho até o quiosque. Não bastando a ida tortuosa e as velhas cantandas
pelos espectadores naquela rua, voltei para o meio do povo costurando o caminho novamente. O que eu não
esperava era quase ter uma crise naquele lugar.

Para aqueles que não sabem ou pra aqueles que também sabem, sofro de um distúrbio chamado
Agorafobia. Depois de anos de terapia consegui meio que superar e há anos não tinha crise, mas já explicando:

Quando eu cheguei onde eu achava que era o local que deixara minutos atrás, olhei pra um lado e não vi
ninguém conhecido, olhei pro outro e nada. Comecei a dar um 180 vislumbrando pessoas estranhas ao meu círculo,
até que comecei a sentir aquela dor no peito, já tava com o coração saindo pela boca e todo vermelho.
Percorria a minha volta com a esperança de ver meus companheiros de show, mas não tive êxito. O carinha do lado
pra facilitar as coisas chegou pra mim e perguntou "Você está bem?", parece que aí era o fim, minha visão começou
a escurecer, meu ar começou a faltar, e a música que explodia meus tímpanos, agora era um sussurro ao fundo,
dando passos para trás comecei a ser engolido pela massa. Até que meio tonto pensei em ter visto o boné do meu amigo
logo alí, há alguns passos do lado. Corri para aquela miragem, e logo ao lado deles comecei a voltar ao normal.
Eles não perceberam, mas eu fiquei um bom tempo paradão, tentando voltar ao normal.

O repertório da Pitty trouxe momentos memoráveis, pois tocou:
-Memórias
-A máscara
-8 ou 80
-Equalize
- Pulsos
-Desconstruindo Amélia
-Na sua estante
-Fracasso
-Admirável chip novo
-Brinquedo torto
-Anacrônico
-Medo
-Me adora

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Faça amor nu.

Faça Amor, Não Faça A Barba!

Quando bate aquela saudade.